Óleo para Têmpera: benefício do uso de um produto de alta qualidade

Em uma descrição simples podemos dizer que é um processo de transformação do aço com o calor. Neste processo de usinagem o aço é aquecido sob altíssimas temperaturas e posteriormente é mergulhado em um óleo para têmpera que está em uma temperatura bem inferior, para que ocorra o seu rápido resfriamento. Este tratamento através deste choque térmico não apenas dá forma à peça, como também provoca o seu endurecimento, proporcionando ao metal uma maior resistência, dureza e durabilidade.

A água, as soluções de polímeros e os óleos minerais para têmpera são os produtos mais utilizados para este processo de resfriamento. Em função das características que deseja obter do metal, hoje encontramos no mercado o óleo para têmpera classificado de acordo com os parâmetros de resfriamentos, que pode ser rápido, intermediário ou lento.

O óleo para têmpera é conhecido no mercado por outros nomes, como: óleo para temperar aço, óleo de têmpera de facas, óleo mineral para têmpera, óleo para transferência de calor, entre outras derivações destas denominações.

O uso de um óleo para têmpera tem por finalidade realizar profundas alterações no aço, entre as quais destacamos:

  • Facilitar o endurecimento do aço, controlando a transferência de calor durante a têmpera;
  • O óleo para têmpera deve minimizar alterações dimensionais do metal que possam gerar aumento da distorção e o aparecimento de trincas e fissuras;
  • Aumentar o umedecimento do metal para evitar a formação de gradientes térmicos entre a superfície e o centro da peça;
  • O óleo para têmpera também deve permitir a liberação de tensões de transformação do metal.

Características de um bom Óleo para Têmpera

A têmpera com óleo é um importante tratamento térmico, que submete o aço a uma melhora da sua ductilidade e dureza. Tal processo de usinagem só é possível com a utilização de um óleo para têmpera de boa qualidade. Este lubrificante para cumprir perfeitamente o seu objetivo precisa apresentar as seguintes características:

  • Óleo de têmpera que deve conter em sua formulação aditivação antioxidante, inibidora de corrosão, antidesgaste e antiespumante;
  • O óleo para têmpera deve possuir uma viscosidade baixa para facilitar o molhamento e elevar a sua capacidade de resfriamento;
  • É recomendado que o óleo para têmpera possua um ponto de fulgor de 90ºC superior à temperatura de trabalho do lubrificante;
  • Elevada resistência à oxidação e alta estabilidade térmica deve possuir o óleo de têmpera;
  • Na tempera com óleo o lubrificante deve gerar mínimas perdas por arraste;
  • O óleo mineral para têmpera deve produzir uma baixa formação de resíduo de carbono e não gerar espuma;
  • A formulação balanceada do óleo de têmpera deve proporcionar um lubrificante que gere mínimas perdas por evaporação ou oxidação do produto;
  • O óleo para tempera de facas deve apresentar uma elevada demulsibilidade;
  • E principalmente, um bom óleo para têmpera deve proporcionar um elevado e uniforme grau de dureza das peças tratadas termicamente, com a conseqüente redução da incidência de peças distorcidas e trincadas.

Qual Óleo usar para Têmpera de faca?

Qual óleo usar para a têmpera de faca é um questionamento que ocorre frequentemente na internet. Óleo diesel, querosene, óleo automotivo usado com certeza não são as melhores opções para quem deseja obter um produto de qualidade.

Agora se você está procurando um óleo mineral para têmpera de qualidade para a fabricação de facas ou outras peças de aço, saiba que a CADIUM possui uma linha completa de óleo de têmpera, inclusive o óleo sintético para têmpera. Entre em contato com a CADIUM, pois temos o produto adequado para a sua aplicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *