Óleo de Corte para Usinagem

Óleo de Corte para Alumínio, quais as vantagens para o seu uso?

A usinagem das ligas de alumínio é facilitada porque a densidade deste metal em relação aos dos aços é três vezes menor, permitindo a utilização de um óleo de corte para alumínio em operações de usinagem com velocidades bem elevadas. O óleo de corte para alumínio sendo aplicado em operações com alta velocidade, propicia um menor desgaste da ferramenta de corte.

O uso de um bom óleo de corte de alumínio propicia um esforço menor para a realização da operação de usinagem, facilitando a realização de mudanças de velocidades no equipamento, que como resultado, propicia um melhor acabamento superficial.

A usinagem do alumínio com o uso de um bom óleo para corte de alumínio propicia sempre um custo inferior em relação à da usinagem dos aços e metais mais duros, por tanto, não se deve escolher para o processo um óleo para corte para usinagem de baixa qualidade e de rendimento duvidoso. O ponto de fusão do alumínio é baixo, entre 650ºC e 700ºC, o que pode ocasionar à soldagem do alumínio junto à ferramenta de corte e para evitar este problema ocorra, um óleo fluído de corte para alumínio deve ser empregado para reduzir o atrito gerado na operação e também para auxiliar na refrigeração da peça.

Para que serve o Óleo de Corte de Alumínio?

A elasticidade do alumínio é bem menor que de outras ligas metálicas, inclusive a de aço e para minimizar que as distorções ou os erros dimensionais ocorram, no processamento deste metal deve ser utilizado um óleo de corte de alumínio adequado que contribua para aumentar a pressão de trabalho sobre o metal.

Como o alumínio possui uma alta condutividade térmica, no processo de usinagem e a escolha do óleo para corte de alumínio é facilitada, pois ocorre uma rápida dissipação do calor gerado durante o processo, o que favorece o trabalho neste metal em altas velocidades. O coeficiente do atrito do alumínio e maior em relação ao aço, com isso a energia necessária para realizar a deformação do metal é maior e a consequente remoção do cavaco é dificultada, e para facilitar este processo deve ser utilizado um bom óleo de corte para alumínio.

O óleo de corte para alumínio é empregado no processo de usinagem para diminuir o arrastro e o atrito da ferramenta de corte. O óleo para corte de alumínio possui uma função muito importante na operação de usinagem: a de possuir excelentes propriedades refrigerantes.

Quais são as Características de um Óleo de Corte?

Um óleo de corte integral possui um maior poder lubrificante do que um óleo de corte solúvel. O óleo de corte para rosqueadeira gera um menor volume residual de óleo lubrificante usado. O óleo de corte para usinagem apresenta uma maior capacidade protetiva antioxidante em comparação ao óleo de corte solúvel.

Elevada resistência à oxidação e uma boa estabilidade térmica são características de um bom óleo de corte para torno. O óleo de corte cnc apresenta um alto ponto de fulgor e como consequência é um produto que possui uma baixa volatilidade. Uma excelente remoção de partículas da zona do arco se obtém com o uso de um bom óleo de corte para aço inox.

Óleo de Corte Composição Química e a Insalubridade da operação

Se uma empresa que está preocupada com questões ambientais e não quer ter problemas com a legislação trabalhista notadamente com a Norma Regulamentadora NR 15, a melhor opção é a utilização de um óleo de corte sintético integral em seu processo de usinagem.

óleo de corte integral para usinagem é assim chamado por que não contém água na sua composição, ou seja, é um óleo de corte não solúvel em água. O óleo para corte sintético integral é fabricado com o uso de compostos biodegradáveis em relação ao óleo de corte integral mineral que apresente compostos derivados de petróleo em sua composição. Apesar do óleo de corte integral de base sintética possuir um custo mais elevado, ele proporciona uma vida útil maior para a ferramenta de corte em relação ao óleo de corte mineral integral, além de ser um produto mais moderno e que está alinhado com as atuais questões ambientai, além de ser um óleo para corte não é agressivo ao ambiente de trabalho e ao operador.

Um óleo para corte e rosca tem que apresentar boas características ao uso, não manchando a peça a ser trabalhada, não exalando odores desagradáveis, permanecendo estável durante a operação ou quando armazenado após o seu uso, e não sendo agressivo à pele do operador. O óleo de corte sintético integral não deve ser considerado um óleo insalubre, pois possui uma formulação balanceada que o torna amigo do operador, sem causar alergias ou dermatites.

Óleo de Corte e Rosca Vantagens e Desvantagens?

Uma das limitações do uso do óleo de corte e rosca em relação a um óleo de corte solúvel, é que ele gera uma menor decantação dos cavacos. Um óleo de corte integral pode gerar um maior volume névoas durante a operação em relação à um óleo solúvel de corte. Uma maior perda por arraste do lubrificante de corte pode ocorrer quando uma operação é realizada com um óleo para corte integral.

Um óleo de corte para usinagem resulta em uma menor geração de volume de líquido usado residual a ser descartado e relação ao óleo de corte solúvel, contribuindo para que se tenha um menor gasto com a coleta e envio para a reciclagem do óleo de corte usado. O ataque de fungos e bactérias é algo comum no óleo solúvel para corte, mas tal problema não ocorre com facilidade com o uso de um óleo para corte de aço.

O óleo de corte cnc apresenta a vantagem de não causar problemas de manchamento das peças, algo que pode ocorrer com o óleo de corte solúvel caso este não possua uma boa aditivação com agentes inibidores de oxidação.

Óleo de Corte quais as embalagens disponíveis e onde encontrar?

Se você não sabe como escolher o melhor óleo de corte para usinagem para a sua operação, entre em contato com a CADIUM LUBRIFICANTES. A equipe técnica da CADIUM LUBRIFICANTES está à disposição e aguardando o seu contato para indicar o óleo de corte sintético, o óleo de corte mineral ou o óleo de corte vegetal adequado para a sua necessidade.

Adquirir um bom óleo de corte para torno mecânico e seguir as recomendações técnicas do fabricante do equipamento, obedecendo os intervalos de troca, observando o nível do lubrificante e seu estado é a melhor forma de se obter o melhor rendimento do óleo de corte para usinagem.

Óleo de corte 500 ml, óleo de corte 5 litros, óleo de corte 20 litros e óleo de corte 200 litros são a embalagens que sendo disponibilizadas pelo fabricante de óleo de corte e comercializadas pelo distribuidor de óleo de corte. Uma das embalagens mais comercializadas do óleo de corte integral é a óleo de corte 20 l.

CADIUM LUBRIFICANTES desenvolveu uma linha completa de óleo de corte a base vegetal e de óleo de corte sintético para o atendimento dos mais exigentes, complexos e modernos processos de usinagem de metais ferrosos e não ferrosos.

Quais as Funções de um Óleo de corte?

O óleo de corte integral possui várias funções no processo de usinagem entre as quais podemos destacar que ele propicia uma boa proteção contra a oxidação, pode ser armazenado por mais tempo dentro dos reservatórios dos equipamentos sem se degradar, resultando assim em uma manutenção mais facilitada.

Durante o processo de usinagem é produzido o cavaco e uma grande quantidade de energia é gerada, e para diminuir a elevação da temperatura na zona de corte, o óleo de corte para alumínio é empregado. O contato da ferramenta de corte com a peça que está sendo usinada gera o aumento da temperatura e o óleo de corte para furadeira é utilizado para controlar esta elevação provocada pelo atrito.

O óleo de corte usinagem é empregado para diminuir o atrito e o calor gerado no processo, que são os responsáveis por desgastar a ferramenta de corte e causar um aumento das dimensões da peça que está sendo processada.

A degradação da superfície da peça que se está trabalhando é uma das piores consequências quando não se utiliza um bom óleo de corte para rosqueadeira. A principais funções do óleo lubrificante para corte no processo de usinagem é a de refrigerar, lubrificar e melhorar o acabamento superficial das peças usinadas.

Qual é a Importância do Óleo para Corte?

O óleo para corte de aço tem a função principal de reduzir o desgaste das ferramentas de corte, visando o prolongamento da sua vida útil. O óleo para corte de alumínio tem a função de remover os cavacos da área de corte.

óleo para corte de ferro apresenta a capacidade de lubrificar as áreas de atrito. Possuir uma baixa viscosidade para conseguir fluir pelas tubulações e bicos do equipamento é uma das importantes características que um óleo para corte e rosca deve ter. Uma função muito importante que um óleo mineral para corte e rosca deve possuir é a de proteger a ferramenta de corte e a peça usinada contra a oxidação e a corrosão.

A viscosidade do óleo para corte de aço inox deve ser equalizada para que este consiga atingir uma adequada aderência junto à ferramenta de corte e à peça a ser usinada. O óleo para corte integral deve possuir excelentes propriedades antifricção e antisoldante.

Quais são os tipos de Óleo de Corte Integral?

O óleo de corte integral, usualmente chamado de óleo de corte não solúvel em água é formulado em três tipos de acordo com a base de fabricação: o óleo de corte sintético, o óleo de corte a base vegetal e o óleo de corte mineral, também chamado de óleo de corte mineral integral. Para um óleo de corte integral ter uma boa performance, o ideal é que ele não emita odores desagradáveis, não gere espuma durante o processo e apresente boa compatibilidade com o meio ambiente e o óleo de corte vegetal e o óleo de corte sintético são os lubrificantes de corte que melhor apresentam estas características.

Um óleo de corte integral deve possuir uma formulação balanceada, para que a ausência ou insuficiência de algum aditivos não contribua negativamente para piorar as qualidades do lubrificante é comprometam a sua qualidade durante o uso, sendo que o óleo de corte sintético é o óleo de corte que apresenta uma formulação mais equilibrada, possuindo um melhor rendimento.

Por melhor que seja formulado o óleo de corte integral, ele deve ser substituído periodicamente para assim evitar o aumento de colônias de bactérias e de fungos e isso deve ser feito através de operações de limpeza com a troca de sistemas de filtração, ou da centrifugação do óleo de corte, além da remoção dos cavacos e impurezas, sendo que esse processo de limpeza deve ser aplicado tanto no óleo de corte de base vegetal, como no óleo de corte sintético e com mais frequência no óleo de corte mineral integral.

Tanto o óleo de corte vegetal, como o óleo de corte sintético e o óleo de corte mineral para que desempenhem corretamente as suas funções, devem ter os seus jatos de óleo de corte integral aplicados diretamente sobre a região de corte, na interface peça, ferramenta, cavaco, com volume, pressão e direção controlada.

Óleo de Corte e suas aplicações

A função básica do óleo de corte integral ou óleo lubrificante para corte de metais no processo de usinagem é a de refrigerar a operação. Há operações de usinagem que podem ser realizadas sem uso da refrigeração líquida, mas normalmente elas são melhoradas com a utilização do óleo de corte machão. Uma usinagem de metal realizada sem o uso do óleo de corte para inox resultará em uma produção bem menor do que se desejaria obter. Em uma usinagem de metal normalmente utiliza-se um óleo de corte para alumínio.

O uso do óleo de corte para brocas na usinagem tem como benefícios o aumento da vida útil do ferramental, a melhoria do acabamento superficial da peça, a diminuição do consumo de energia, além de gerar uma maior velocidade de corte com uma consequentemente diminuição do tempo da operação. Funções desejadas para o óleo de corte para furadeira é a de remover os cavacos pela ação da lavagem, além de proteger a peça, a ferramenta de corte e o maquinário contra a oxidação.

Quando um óleo de corte para rosqueadeira é utilizado em um processo de usinagem deseja-se que as suas características de desempenho não se alterem quando exigido, que este se mantenha com uma boa capacidade de absorver o calor e não manche. Resistência à oxidação e não exalar odores indesejáveis durante o processo são características que se espera um bom óleo de corte para usinagem.

Fispq Óleo de Corte para Torno

A CADIUM LUBRIFICANTES possui uma completa linha de lubrificantes industriais e vários tipos de óleo de corte para torno para os mais diversos e severos tipos de operações de usinagem. Você poderá melhor conhecer a nossa linha de óleo de corte para usinagem acessando o nosso site: www.cadium.com.br.

Se você está precisando de informações técnicas sobre o óleo de corte para usinagem ou da FISPQ óleo de corte para torno, entre em contato com a CADIUM LUBRIFICANTES, que os nossos colaboradores indicarão o lubrificante industrial adequado para a sua necessidade.

Se você está necessitando da Fispq óleo de corte para torno, saiba que a CADIUM LUBRIFICANTES é uma indústria fabricante de óleo de corte integral e de óleo de corte solúvel, possuindo uma equipe de colaboradores altamente capacitada para fornecer as informações técnicas necessárias para que você encontre o lubrificante ideal para a sua aplicação.

A ficha técnica do óleo de corte para aço inox e a Fispq do óleo de corte você poderá encontrar na CADIUM LUBRIFICANTES.

Óleo de Corte por que usar?

Na usinagem de alumínio e de outros metais, pode ser utilizado o óleo de corte integral sem qualquer restrição. Um óleo de corte para inox necessita possuir uma tensão superficial correta, para permitir uma fácil decantação dos cavacos e das partículas sólidas geradas na operação.

O óleo de corte para furadeira tem como característica a de possuir um ponto de fulgor elevado, o que contribui para diminuir a perda do óleo de corte por evaporação, gerando assim um menor consumo do lubrificante. A aplicação do óleo de corte integral deve ser de forma direta, com os bicos das tubeiras sendo direcionados para a região do corte, próximo à região de fixação da ferramenta, para assim aumentar a durabilidade da ferramenta e propiciar um melhor acabamento na peça.

óleo corte integral de base mineral é o óleo de corte mais utilizado atualmente nas operações usinagem, sendo que nas empresas que possuem uma maior preocupação com o meio ambiente e com as questões trabalhistas, este óleo de corte mineral vem gradativamente sendo substituído pelo óleo de corte sintético ou pelo óleo de corte de base vegetal, que apesar de apresentarem um custo maior, propiciam um melhor rendimento.