O que é um é Óleo Básico do Grupo I?

Antes de responder ao questionamento sobre o que é um óleo básico do grupo I, primeiro precisamos esclarecer como foi definido o tipo de classificação para esta denominação.

A indústria automobilística necessitando adquirir produtos com qualidade e padronizados exigiu da API (American Petroleum Institute – Estados Unidos) e da ATIEL (Association Techinque de L’Industrie Europeane des Lubrifiants – Europa), que fosse adotado um sistema de classificação visando padronizar as especificações dos óleos básicos extraídos nas diversas refinarias espalhadas pelo mundo.

A padronização implantada passou a utilizar três parâmetros para classificar as refinarias e consequentemente a qualidade dos óleos minerais básicos gerados, que são os seguintes:

  • Teor de enxofre contido no óleo lubrificante básico;
  • Teor de saturados existente no óleo básico mineral;
  • Valor do Índice de Viscosidade do óleo básico lubrificante.

Qual a importância dos Teores na classificação do Óleo Básico do Grupo I?

Saiba que o enxofre está naturalmente presente no petróleo bruto. Se alguns compostos de enxofre estiverem presentes no óleo lubrificante básico, eles podem apresentar uma ação corrosiva sobre alguns metais, principalmente as feitas a partir de ligas de cobre. Com isso, um óleo básico mineral que apresente um menor teor de enxofre, possui uma maior preferência e um melhor desempenho na fabricação de lubrificantes industriais e automotivos.

É importante informar que a composição química por influenciar as características de desempenho de um óleo lubrificante básico. O teor de saturados presentes no óleo básico é resultado da origem do petróleo, e do tipo de tratamento e rigor do processo usado para o seu refino. Para determinar o grau de pureza ou de tratamento que o petróleo é submetido, é feita a análise de determinação dos compostos aromáticos totais e saturados presentes no óleo básico mineral.

Já o índice de viscosidade é uma análise que mostra o comportamento do óleo básico de primeiro refino em relação à variação da temperatura. O ensaio é feito medindo as viscosidades dos óleos em duas temperaturas. Normalmente à 40ºC e a 100ºC.

Aplicando-se em uma tabela os valores encontrados, quanto maior for este valor, significa que menor alteração sofrerá o óleo básico mineral com as mudanças de temperaturas, e consequentemente este produto é adequado para a fabricação de lubrificantes industriais. Só para efeito de ilustração, foi definido um número 100 para um óleo básico parafínico e um número 0 para um óleo básico naftênico. Isso quer dizer que um óleo naftênico tem sua viscosidade muito alterada com o aumento da temperatura e com uso a sua aplicação na fabricação de lubrificantes é limitada.

Qual é a classificação dos Óleos Básicos do Grupo I?

É importante informar que as refinarias do Grupo I são as primeiras refinarias produzidas no mundo. A Refinaria de Duque de Caxias (Reduc) da Petrobrás, que foi inaugurada em 1.961, é uma refinaria que pertence a este grupo.

Os óleos minerais básicos produzidos nas refinarias do Grupo I são geralmente obtidos pela rota solvente, onde ocorrem processos de extração de aromáticos e desparafinização por solvente, podendo ou não ocorrer um tratamento adicional por hidrotratamento. Por isso é que quando um óleo básico é obtido por este processo ele também é chamado de óleo básico hidrotratado.  

Cabe informar que os óleos básicos minerais obtidos por este processo são os menos refinados, apresentam uma mistura não uniforme de hidrocarbonetos, mas são largamente utilizados para a fabricação da maioria dos lubrificantes, tantos os industriais como os automotivos.

  • Teor de enxofre: o óleo básico lubrificante apresenta valor maior que 0,03%;
  • Teor de Saturados: óleo mineral básico com teor menor que 90%.
  • Índice de Viscosidade: óleo hidrotratado que apresente resultado situado entre 80 e 119.

Quais são os Óleos Básicos do Grupo I disponíveis no país?

A Reduc (Refinaria de Duque de Caxias no Rio de Janeiro) da Petrobrás produz os seguintes óleos básicos grupo I de origem parafínica:

Cabe informar que na Reduc também é gerado o óleo aromático Euro Safe Plus, mais conhecido como óleo extrato aromático, que por suas características não é utilizado para a fabricação de lubrificantes, tendo o seu maior uso na fabricação de borrachas.

Não podemos deixar de informar que outros óleos básicos de primeiro refino são fabricados em outras unidades da Petrobrás, sendo que de óleo básico parafínico também é produzindo na Refinaria Landulfho Alves (Rlam) na Bahia, onde são gerados o óleo neutro médio 220 (com 46 cSt) e o Bright Stock 140 (com 400 cSt).

O que é Óleo Básico Mineral e onde encontrar?

Para maiores informações sobre o óleo básico mineral, tanto sobre o óleo básico naftênico como o óleo básico parafínico, favor entrar em contato com a CADIUM, que a nossa equipe de colaboradores está capacitada para responder a sua consulta. Agora se você está necessitando adquirir algum óleo básico mineral ou quer saber qual o preço do óleo básico, entre em contato com a equipe comercial da CADIUM, que temos o produto na condição comercial competitiva para o atendimento da sua demanda. Aguardamos a sua consulta!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *