Óleo hidráulico industrial: qual sua importância nas operações?

O óleo hidráulico industrial tem como principal função a transmissão de força para a movimentação de equipamentos. Além disso, também serve para lubrificar e aumentar a vida útil dos componentes de máquinas hidráulicas. É muito importante que este tipo óleo hidráulico para máquinas não ataque as vedações do sistema e, por isso, escolher o produto correto para cada operação é essencial. Saiba mais sobre o assunto lendo esse post!

Tipos de óleo lubrificante hidráulico

O óleo lubrificante hidráulico é formulado com um óleo lubrificante base, que pode ser de origem mineral ou sintética, adicionado de pacotes de aditivos, que proporcionam melhores propriedades de desempenho.

  • Aditivo EP (extrema pressão);
  • Estabilidade térmica;
  • Redutores de ponto de fluidez;
  • Melhoradores do índice de viscosidade;
  • Inibidores de corrosão;
  • Detergentes;
  • Antiespumantes;
  • Antioxidantes.

Esses aditivos são fundamentais ao óleo para sistemas hidráulicos, já que, sem eles, as máquinas tendem a apresentar problemas, como vazamentos constantes, travamentos e redução da vida útil devido à perda de viscosidade, baixa demulsibilidade, contaminações, instabilidade térmica e formação de depósitos do lubrificante. São estes aditivos que irão determinar a função do fluido lubrificante que será desempenhada.

Sendo assim, os tipos de óleo hidráulico mais utilizados no mercado são o  fluído hidráulico mineral, os fluído hidráulico sintético, além do fluído hidráulico resistente ao fogo, mas sempre com aditivos adicionados às suas formulações a fim de aprimorar a performance.

Escolha do óleo hidráulico industrial

Em primeiro lugar, para escolher um óleo hidráulico industrial deve-se verificar o manual do equipamento. Nele há a especificação do tipo do lubrificante e a sua viscosidade. Caso não exista essa informação, deverá se determinar se o sistema requer um óleo hidráulico resistente ao fogo. Se ele não for necessário, o mais recomendado, por razões econômicas, é utilizar um fluído hidráulico mineral

Após a seleção do tipo de óleo hidráulico industrial é preciso determinar as propriedades físicas e características de desempenho que atendem aos requisitos da operação.

A viscosidade é a mais importante propriedade de um óleo hidráulico, pois ela afeta diretamente a eficiência do sistema. A bomba é o componente mais crítico, devido a sua importância no sistema. Todos os fabricantes especificam limites de viscosidade para sua operação convencional, além de muitos determinarem limites máximos de partida e mínimos de operação. 

Os requisitos de viscosidade estabelecidos pelos diversos fabricantes são atendidos pela classificação de viscosidade ISO, pois cada sistema hidráulico tem sua viscosidade adequada às condições operacionais. A lubrificação da bomba hidráulica orienta a seleção da viscosidade.

Cabe esclarecer que o óleo hidráulico é aplicado em diversos sistemas hidráulicos não só nas indústrias. Em grande parte das máquinas e implementos agrícolas possuem sistema de lubrificação hidráulico, onde destacamos o uso:

  • Óleo Hidráulico para Trator,
  • Óleo Hidráulico (usado em sistema de direção hidráulica),
  • Lubrificante Hidráulico Agrícola uso geral (óleo hidráulico para implemento agrícola),
  • Entre outros.

Óleo hidráulico mineral

A maior parte dos óleos hidráulicos industriais utilizados pelas empresas é de base mineral devido ao seu baixo custo e normalmente o óleo mais consumido é o óleo hidráulico 68, também conhecido por hidráulico 68. Geralmente, os produtos são constituídos de óleos minerais com alto grau de refinação e aditivos que conferem resistência a oxidação, ação antidesgaste, lubrificação e inibidores de ferrugem.

Mesmo assim, existem diversas variações, dependendo do grau de saturação. Um óleo básico base do óleo hidráulico mineral mais saturado proporciona um desempenho melhor e tem maior resistência à oxidação, além de outros benefícios que conferem maior qualidade ao produto final.

Quando comparamos um óleo hidráulico original produzido com o Grupo I mineral e outro com o Grupo II, também de base mineral, os lubrificantes terão desempenhos diferentes em virtude do grau de saturação do óleo básico.

Essa diferença pode ocorrer até mesmo em óleos básicos do mesmo grupo. Ao considerarmos dois óleos hidráulicos industriais fabricados com Grupo I, sendo um com grau de saturação de 67% e o outro óleo hidráulico de base mineral com 88%, o mesmo terá um desempenho superior ao primeiro devido à sua maior estabilidade.

Fluído hidráulico industrial da Cadium

A Cadium Lubrificantes possui uma linha completa de fluído hidráulico industrial, fluído antichama, hidráulico sintético e de base mineral: a linha KMIRA, classes HL, HLP e HLPD, além do óleo hidráulico para perfuratriz pneumática de percussão KMIRA 100 MTM

Todos são desenvolvidos com aditivos especiais que proporcionam alta performance, a um custo acessível. Estão disponíveis em diversos níveis de viscosidade, adequados a cada tipo de operação industrial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *