O que são os óleos brancos?

Para iniciar a nossa conversa, o termo óleo branco não é o correto, pois na verdade este óleo não tem cor, ele é incolor. Outro termo incorreto que usam para designar o óleo branco, é chama-lo de vaselina líquida. Normalmente associamos o termo vaselina a um produto pastoso, agora quando encontramos um produto líquido usando este nome, no mínimo isso soa estranho.

O óleo branco é um óleo mineral básico obtido do processo de destilação do petróleo, que sofre um processo de tratamento, que o deixa incolor, sem odor e isento de contaminantes (um óleo atóxico).

Como são obtidos os óleos brancos?

No passado o óleo básico sofria um tratamento por Ácido ou Sulfonação, até se obter o óleo branco, mas a periculosidade do processo e principalmente o grande volume de ácido sulfúrico residual que era gerado, tornou a operação inviável economicamente e principalmente muito agressiva ao meio ambiente, devido à necessidade de neutralizar e descartar a borra ácida gerada. Deve se ressaltar que este processo tem limitações para a obtenção dos óleos brancos de viscosidades elevadas, sendo mais utilizado para a obtenção dos óleos mais “leves”, menos viscosos.

Atualmente a Hidrogenação Catalítica é o processo mais empregado para a obtenção do óleo branco, onde o óleo básico é submetido à temperatura elevada e ao contato com o hidrogênio em alta pressão, onde a utilização de catalizadores (Niquel-Platina), ajudam a remover os compostos contaminantes. Podemos dizer, que é uma operação limpa, pois não há a geração de resíduos e não há o contato do óleo básico com outras substâncias químicas. É por causa deste processo, que o óleo branco, ou óleo mineral branco, também é chamado de óleo hidrogenado.

Com o processo de hidrogenação, obtêm-se dois tipos de óleos brancos, classificados de acordo com o seu grau de pureza: o óleo branco de grau medicinal (ou simplesmente óleo medicinal) e o óleo branco de grau técnico (ou simplesmente óleo técnico).

Por que o óleo branco é chamado de óleo USP?

Para ser utilizado pela indústria alimentícia, de cosméticos, farmacêutica ou outras indústrias que necessitem de um óleo com alto grau de pureza, o óleo branco deve atender aos padrões de pureza exigidos pela Farmacopéia Norte Americana (U.S.P. – Unidet Stades Pharmacopeia).

Por atender a estas normas de qualidade o óleo branco também é chamado de óleo USP, sendo a viscosidade mais utilizada, a de 70 SSU à 40ºC, onde no Brasil este óleo branco também é chamado por óleo branco USP 70, ou óleo USP 70, ou apenas USP 70.

Quais são as aplicações dos óleos brancos?

Nas indústrias cosméticas, farmacêuticas e alimentícias, os óleos brancos são utilizados em formulações de cremes, pomadas, loções, protetores solar, vacinas, desmoldantes para formas, antiespumantes, entre outras aplicações.

Engana-se quem pensa que as aplicações dos óleos brancos se restringe às estas indústrias. O óleo branco é usado no revestimento de ovos para prolongar o tempo de armazenagem. Ele também é utilizado nos silos de sementes e grãos, para aglutinar a o pó gerado no atrito durante o transporte, para assim evitar os riscos de explosões. As indústrias de tintas gráficas, de borrachas, de plásticos, químicas, veterinárias, além das agrícolas, utilizam muito óleo branco na composição de seus produtos.

A Cadium Lubrificantes possui uma linha completa de óleos brancos. Temos a linha Alogro M de óleos brancos grau medicinal e a linha Alcor dos óleos brancos grau técnico. Para a indicação do melhor produto que atenda às suas necessidades, entre em contato com a nossa equipe técnica.

Esperamos a sua ligação ou o seu e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *