Saiba como o óleo para engrenagem atua na operação das máquinas

As engrenagens são largamente empregadas na transmissão de esforços e movimentos,que invariavelmente são encontradas em quase todas as espécies de maquinas. Podem ser simples rodas dentadas, cuja lubrificação não apresenta dificuldade, assim como podem constituir elementos de caixas de redução, de construção complexa, cuja lubrificação requer cuidados especiais, como o uso de um bom óleo para engrenagem.

As engrenagens e redutores sofrem pressões de contato elevadíssimas, além de um severo deslizamento nas superfícies de contato dos dentes e dos elementos transmissores de movimento. O óleo para caixa de engrenagem tem a função de lubrificar, proteger e preservar estes componentes contra o desgaste e a perda da eficiência.

A escolha do óleo lubrificante para engrenagem depende dos seguintes fatores: do tipo de engrenagem, da rotação do pinhão, do grau de redução, da temperatura de serviço, da potência, da natureza da carga, do tipo de acionamento, do método de aplicação e da contaminação que o equipamento pode sofrer.

Um óleo lubrificante para engrenagens é formulado com aditivos de extrema pressão, visando à formação de uma película resistente e protetora, evitando assim, o contato metal-metal. Sem essa película, essas peças se aqueceriam e comprometeriam a capacidade operacional da máquina, ocasionando um desgaste prematuro.

O óleo de engrenagem é um dos mais importantes e complexos elementos da engenharia. Ele precisa ser capaz de satisfazer condições de aplicação que variam de acordo com diferentes necessidades de performance. Durante a operação, os volumes de óleo tendem a diminuir, os ciclos de circulação do óleo tendem a aumentar, e a energia transferida para o lubrificante também aumenta. Isto leva a um aumento generalizado das cargas térmicas e oxidantes sobre o fluído lubrificante.

Características essenciais de um óleo para engrenagem

Os requisitos técnicos sobre os lubrificantes industriais têm mudado drasticamente ao longo do tempo, sendo cada vez mais exigentes. Considera-se ideal o óleo engrenagem que contenha aditivos especiais e apresente as seguintes características:

-Maior poder de extrema pressão para suportar variações de velocidade e carga;

– Ter a capacidade de aderir às superfícies de contato, ampliando a proteção ao desgaste;

– Compatibilidade com os vedadores usados nos equipamentos;

– Excelente poder anticorrosivo aos aços e metais não ferrosos;

– Possuir grande estabilidade química, sendo resistente à oxidação e ao envelhecimento;

– Apresentar estabilidade da viscosidade em razão da alteração da temperatura de operação;

A Cadium Óleos Lubrificantes conta com uma linha de óleos lubrificantes para engrenagens, chamada Kurzi RF, que atende à classificação CLP, e éconstituída por lubrificantes de alta performance em diversas viscosidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *